Tecnologia

Reorganização e criticidade: WhatsApp perde espaço na home de brasileiros

Que o WhatsApp é o mensageiro mais popular do Brasil não há duvidas. Desde seu lançamento em 2009 o serviço foi adotado por conta da sua praticidade e velocidade. Se lembra da clássica frase ”Você poderia me dar seu número?”, agora substituída pelo aplicativo. Com tudo, a tela inicial de muitos brasileiros deixou de ter o aplicativo. Estaria o aplicativo entrando em desuso? Talvez não.

Para a Mobile Time/Opinion Box que realizou a pesquisa, a ferramenta está presente em 66%, cada vez menos na home screen dos brasileiros, que preferem optar por outros serviços ao invés do mensageiro mesmo ocupando 95% dos aparelhos no Brasil.

Segundo a Mobile Time, isso não quer dizer que o WhatsApp esteja sendo menos utilizado, ou até mesmo desinstalado, somente revela que os usuários estão sendo mais críticos em quais aplicativos escolhem para suas telas, chamado pelo relatório como “área nobre do smartphone”, acessando cada vez mais o Google Play Store ao buscar uma variedade maior em seu aparelho, acentuando uma maturidade maior dos consumidores Android.

Curiosamente o aplicativo de mensagens ainda é a escolha principal de 51% dos brasileiros se tivessem que escolher apenas um app em seus celulares.

Um estudante de biotecnologia, apaixonado por Matrix, cultura e tecnologia. ''Then reality is simple eletrical signals interpreted by your brain'' - Morpheus, Matrix.