Estilo

Extraterrestres são o tema da nova coleção da Gucci

Gucci se inspira em filmes de ficção científica como Star Trek e Star Wars para criar sua nova coleção de inverno.

Desde que o estilista italiano, Alessandro Michele, assumiu a direção criativa da Gucci, é quase impossível imaginar a marca sem a estética vintage e a paleta de cores que ele trouxe para o DNA da grife.

Na intenção de cativar o olhar dos mais jovens tanto no quesito do vestuário, quanto para os sucessos antigos da TV, a Gucci lançou o ensaio “Gucci and Beyond” para a coleção de outono/inverno 2018. A campanha se inspira nos clássicos filmes de ficção científica dos anos 50 e 60 como Star Trek, O Monstro da Lagoa Negra, Star Wars e O Planeta Proibido. Modelos vestidas como alienígenas, com tintas metálicas, máscaras temáticas e tendo como cenário planetas alienígenas, criam um clima retrô-futurista ao ensaio inusitado.

Com um Fashion Film dirigido por Glen LuchFord, a Gucci mescla o olhar de ficção científica dos anos 60 com looks alienígenas originais em cenários incríveis e uma trilha sonora de tirar o fôlego. A marca italiana parece querer mostrar ao público que a moda é cíclica e que tudo sempre volta a ser usado. O brega do passado pode ser a tendência do futuro, e vice-versa.

É claro que surgiram algumas polêmicas sobre plágio. Um estudante da Central Saint Martins alegara utilizar sempre máscaras alienígenas em suas fotos do Instagram. A declaração não abalou a marca, que analisou o fato dele só ter começado a fazer o projeto há dois meses, enquanto a campanha da Gucci começara há um bom tempo.

A Gucci estava passando por um período conturbado desde o começo do ano passado, quando teve seu anúncio banido por ser estrelado por modelo muito magra no começo de 2016. No primeiro semestre de 2017 as coisas também não melhoraram, e a grife italiana foi acusada de plagiar a icônica marca Dapper Dan, que valoriza a identidade afro-americana, durante o desfile da Gucci Cruise 2018. A Gucci também foi parar no Tribunal depois de acusar a Fast Fashion Californiana Forever 21, por apropriação de suas clássicas listras Verde-Vermelho-Verde e Azul-Vermelho-Azul; o processo ainda está em aberto.

Apesar de todas as polêmicas, a marca mostrou um aumento explosivo de 48% em suas vendas no final de junho deste ano, o que fez com que as ações da Gucci subissem 10% no último semestre.

Estudante de jornalismo, deixou pra trás o verde do interior e veio escrever a sorte na terra da garoa. Fascinada por uma boa história contada na mesa de bar, glitters carnavalescos fora de época e pessoas apaixonantes.